• Caesar Moura

FADA OU FANTOCHE?

Assistir "Excuse me, I Love You" (2020, Netflix) novo doc(?) de Ariana Grande logo depois de assistir a segunda temporada do documentário de Anitta (leia resenha completa aqui) é um choque de realidade.


Enquanto o doc de Anitta - mesmo editado - mostra o que nenhum documentário biográfico deveria mostrar (o ser humano real por trás da figura pública) o de Ariana é tão editado, tão protegido que NADA revela sobre Grande e sua vida (real) fora dos holofotes. Absolutamente NADA.



A primeira informação... digamos... curiosa para quem não é fã é descobrir que por trás daquele visual ninfa pós-moderna, com seu corpo - sem curvas e por isso - eternamente "infantilizado" existe uma mulher que caminha para os 30 anos, o que leva a qualquer pessoa inteligente a pensar: Já não estaria beirando o mal gosto - uma certa fetichistação da pedofilia - uma mulher dessa idade, mesmo que aparentando ser mais jovem, usar da infantilização de sua sexualidade para promover música?


Outro dado que salta a visão é o grupo restritíssimo que tem acesso à Ariana Grande: a mãe. E só (Rs). Ela parece ser o único ser humano próximo à Ariana. Nem seu "best friend" (que claro, tb é coreógrafo e diretor artístico) parece ter mais acesso do que o necessário para ensaios e reuniões de criação das apresentações e turnês.


Focado a música de Ariana Grande, esperamos então imagens de uma turnê alucinante, certo? Errado. O show de Ariana Grande não é ruim. E nem bom. E esse é o problema! (Rs). Apesar da boa voz e das covinhas nas bochechas, o repertório de Ariana é tão raso que nem toda "maquiagem" (coreografias, luzes, fumaça, figurinos - horrorosos! - e cenário) conseguem esconder a certeza de que Ariana Grande não tem muito mais a oferecer.


"Excuse me, I Love You" acaba sendo uma produção exclusiva para fãs, os únicos capazes de se interessar ou se divertir com que é mostrado.


Deu uma saudade da Madonna dos anos 1990! Rs


#arianagrande #popmusic #music #doc #documentário #madonna #resenha #critica #excusemeiloveyou





7 visualizações0 comentário