• Caesar Moura

O ABSURDO DA RIQUEZA

Nunca, em tempo algum, a riqueza (e/ou seus símbolos) pareceu tão absurda. Durante dias onde contabilizamos (e ainda contando) mais de 12 mil mortos (causadas pela Pandemia Corona) apenas no Brasil; Onde ideais fascistas, autoritários, ditatoriais e nazistas voltam a servir de Rivotril para os ignorantes em rebelião (que encontram resposta para sua natural inquietação radioativa de-quem-ignora-e-é-ignorado-mas-anseia-por-poder, o oprimido que não sabia que sonhava o tempo inteiro ser opressor até que a caneta bic vá parar em suas mãos); Diante de uma recessão catastrófica (desempregos, aumento do índice de violência, desvalorização da moeda, miséria, etc) em países como o nosso; De mudanças inéditas de paradigmas dentro do Mercado, da Publicidade, da Educação, do Entretenimento, do Turismo, das Relações; Por tudo isso (e mais) fica difícil mesmo voltar a promover vid-tutoriais de maquiagem com produtos caríssimos, dando pinta em viagens por lugares paradisíacos, mais até, se tornou inadequado, de péssimo tom, em tempos de quarentena e lockdown, tornar público um cotidiano que não seja de acesso "a todos" mesmo que esse cotidiano mostrado seja uma mentira.



Acompanho um dos perfis da rapper norte-americana Cardi B desde o começo da Pandemia. A mulher desbocada, com unhas acrigel de quase 30 cm nos dedos das mãos, mil perucas, mil acessórios dourados e roupas de grife do começo das lives, hoje aparece com unhas acrigel de 6 cm, vestindo moletom e comendo coxa de galinha frita; Anitta, performer brasileira conhecida pela brevidade que produz - e que a tornou milionária - e que vivia das notas sobre Affairs, parcerias instantâneas com popstars, acusações de apropriação cultural e fotos da bunda, hoje é engajada política e gera renda como apresentadora (em seus perfis ou no canal a cabo Multishow) gravando em um cômodo de sua casa decorado de forma infantilizada para fugir do julgamento de classe: A ostentação da riqueza virou motivo de constrangimento e mau gosto para a Opinião Pública quando a idéia da meritocracia (desde sempre uma mentira) se apequena diante da Morte.


#stayathome #stayhome #quarentena #quarantine #caesarmoura #fiqueemcasa



4 visualizações
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Tumblr Icon
  • White Amazon Icon
  • White Vimeo Icon
  • White YouTube Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Miguel Falabella

Autor, Ator, Diretor e Roteirista

"Moura é extremamente profissional e um

autor de sucesso na cena do Rio. É um

prazer e uma alegria recomendá-lo"

Lionel Fischer

Critico Teatral

"Caesar escreve personagens

fortes e diálogos excelentes"

logo-filmfreeway-512.png

Ruy Póvoas


"O texto de Caesar é feito como quem

tem os terminais nervosos da alma

expostos na própria pele"

Academia de Letras da Bahia

Software and Design: Copyright © 2010/2020 CM Group, Inc., its suppliers or licensors. All rights reserved.

Content: Copyright © 2020 Caesar Moura, its suppliers or licensors. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Fotos: Lewis, C. Moura. Todos os direitos reservados.

  • Blogger - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Amazon - Black Circle
  • Vimeo - Black Circle
  • YouTube - Black Circle