• Caesar Moura

SHIIII! QUE NINGUÉM NOS LEIA!

Que ninguém nos leia. Não agora. Não com tanta gente gritando. Todos ao mesmo tempo, como alcateias que se vêm numa encruzilhada no mesmíssimo momento. Confronto inevitável. Um simples batimento cardíaco fora do ritmo e sangue. Mesmo que fantasiados em tweets raivosos e absolutamente ineficazes. Que ninguém nos leia. Não agora. Que isso seja como uma mensagem guardada numa garrafa de vinho antes vazia, boiando a deriva. Esperando.



Desde que Jair Bolsonaro foi eleito em meio às eleições (2018) mais polarizadas da história do Brasil, onde um influencer de ocasião - na primeira vez na história mundial - vira presidente, que comecei tardiamente a me interessar pelo modus operandi do fazer da política institucionalizada e, por ser pardo, gay, morador de Comunidade, naturalmente me dediquei a Esquerda socialista e/ou comunista em cena no Rio de Janeiro. E confesso ter ficado bastante desapontado.

Se de um lado - a direita extremista - temos uma grupo que valoriza a ignorância (vista como inocência nostálgica, um direito cívico, um estilo de vida) do outro temos a esquerda capitalista (que se organiza como Empresa, com desejos de poder de uma Empresa) que se subdivide (e autodenominam-se) entre Esquerda Caviar e Esquerda Radical. O problema é que ambas são articuladas (“pensadas”) pelas classe média branca (seja a que se assume “pobre” aqui e ali - em setores da vida, mas nunca na vida completa - ou a patrocinada por homens brancos ricos que assumem o papel de porta-vozes dos “menos favorecidos” e quando muito soam classe média, o que é péssimo) e onde o pobre (pardos, negros nordestinos, imigrantes) e minorias (pardos, negros, nordestinos, imigrantes, mulheres, gays) servem de ”peão-de-obra” (distribuindo panfletos, ao fundo em palanques ou como ”rosto de material promocional para campanhas“) parecem(?) meros peões num tabuleiro com muitos deveres e poucos direitos.


Tempos difíceis.


Agora vem o discurso (tardio, tardio, completamente fora do timing) do ex-presidente Lula - que acirra a polarização fazendo assim, mais uma vez, o que a direita extremista quer - da não autocrítica da Esquerda, de que "não há tempo para isso" e blá, blá, blá.


O que - Lula - não diz é que sai da prisão com uma agenda (ainda a ser exaustivamente discutida “pelas esquerdas”) que inclui esperar até 2022 onde Lula pretende chegar inocentado, revitalizado e apto para concorrer às eleições (ou forte o suficiente para indicar um nome certeiro). Quem se beneficia em primeiro lugar com esse plano? Como as camadas mais pobres sobrevivem até lá? Ele a gente sabe que sobreviverá “muito bem, obrigado”. Mas e o meu vizinho que depois de 2 anos desempregado começou a vender bala no sinal aqui perto?


Nenhum trabalho é indigno quando a condição/necessidade de se estar nele não é indigna.


Fotos de Lula manipuladas por fãs/seguidores em posição de super-herói são retuitadas pelos perfis oficiais do ex-presidente (e ontem mesmo Moro estampava a cover de revistas em todo país exatamente do mesmo jeito e hoje vemos o que a capa escondia), tweets adolescentes (de gente velha) tratando tudo como se fosse uma relação de fã X Rock Star...


Que caminho perigoso. Não pq novo, mas justamente por já sabermos onde vai acabar.


A natureza da minha existência sempre procurará abrigo na Esquerda.

Mas quando a agenda será a agenda do povo?

Quem nos salvará agora, nesse momento?


#esquerda #política #filosofia #pensamento #vida #lula #lulalivre #democracia



0 visualização
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Tumblr Icon
  • White Amazon Icon
  • White Vimeo Icon
  • White YouTube Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Miguel Falabella

Autor, Ator, Diretor e Roteirista

"Moura é extremamente profissional e um

autor de sucesso na cena do Rio. É um

prazer e uma alegria recomendá-lo"

Lionel Fischer

Critico Teatral

"Caesar escreve personagens

fortes e diálogos excelentes"

logo-filmfreeway-512.png

Ruy Póvoas


"O texto de Caesar é feito como quem

tem os terminais nervosos da alma

expostos na própria pele"

Academia de Letras da Bahia

Software and Design: Copyright © 2010/2020 CM Group, Inc., its suppliers or licensors. All rights reserved.

Content: Copyright © 2020 Caesar Moura, its suppliers or licensors. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Fotos: Lewis, C. Moura. Todos os direitos reservados.

  • Blogger - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Amazon - Black Circle
  • Vimeo - Black Circle
  • YouTube - Black Circle